23/10/2018

OPINIÃO | 'CORAÇÃO NEGRO' DE NAOMI NOVIK

Mais uma livro que me surpreendeu imenso e se junta à lista dos favoritos do ano. Esta aventura pelos livros de fantasia não podia estar a correr melhor! Obrigada à editora Saída de Emergência por me ter cedido um exemplar para opinião.

Editor: Saída de Emergência
Edição ou reimpressão: 08-2018
ISBN: 9789897731198
Goodreads: ★★★★
COMPRA AQUI

SINOPSE
«O nosso Dragão não devora as raparigas que leva, independentemente das histórias que possam ser contadas fora do nosso vale. Ouvimo-las, por vezes, de viajantes que por aqui passam. Falam como se estivéssemos a fazer sacrifícios humanos e como se ele fosse um dragão verdadeiro. Claro que isso não é verdade: ele pode ser um mago imortal, mas não deixa de ser um homem, e os nossos pais juntar-se-iam e matá-lo-iam se ele quisesse devorar uma de nós a cada dez anos. Ele protege-nos contra o Bosque e nós estamos-lhe gratos, mas não assim tão gratos.»

Agnieszka adora a sua pacata aldeia no vale, as florestas e o rio cintilante. Mas o maléfico Bosque permanece na fronteira e a sua sombra ameaçadora paira sobre a vida da jovem.
O povo depende do feiticeiro conhecido apenas por Dragão para manter os poderes de Bosque afastados. Mas o Dragão exige um terrível preço pela sua ajuda: uma jovem deve servi-lo durante dez anos, um destino quase tão terrível como perecer a Bosque.

A próxima escolha aproxima-se e Agnieszka tem medo. Todos sabem que o Dragão irá levar a bela, graciosa e corajosa Kasia, tudo aquilo que Agnieszka não é, e a sua melhor amiga no mundo. E não há forma de a salvar.

Mas Agnieszka teme as coisas erradas. Porque quando o Dragão chega, a sua escolha surpreende todos...


OPINIÃO
O meu primeiro contacto com este livro, que foi através da capa, trasmitiu-me imediatamente duas coisas: beleza e complexidade. Agora que o terminei, posso afirmar que são ambas palavras que o descrevem na perfeição. 

Ler "Coração Negro" foi um grande desafio, não só pelo enredo mas também pela densidade das suas personagens. Confesso que nos primeiros capítulos me senti bastante perdida na história, mas ao longo da narrativa, a autora foi contextualizando os acontecimentos dando consistência ao universo criado.

Não acredito que Naomi Novik vá conquistar todos os leitores à primeira vista, tal como não me conquistou a mim, mas ao longo da leitura é impossível não ganhar gosto pela sua escrita lenta e saturada de detalhes. Por vezes tive de insistir bastante para com a leitura que, devido ao seu ritmo lento provoca uma certa demora no desenvolvimento, mas devo salientar que estava tão impaciente para descobrir o final, e essa ansiedade também não ajudou.

Sempre achei que o livro se focaria essencialmente num romance, mas foi muito para além disso. Inicialmente presumi que seria algo semelhante a "A Bela e o Monstro", mas, acreditem, não tem nada que ver. Como podem ler na sinopse, existem diversos pontos de vista em relação ao que acontece à rapariga que é levada para a torre do dragão e, inevitalmente, o leitor é instigado pelo interesse de descobrir o que lhe acontece efectivamente. 

Agnieszka, a protagonista da história, foi a personagem que mais me surpreendeu pela sua imensa evolução. Confesso que no ínicio não dava nada por ela mas ao longo da narrativa ela cresce diante dos nossos olhos e acaba por se tornar uma personagem extremamente interessante. Apesar disso, o Dragão foi a personagem que sempre me despertou maior interessente, por ser misterioso e reservado, e porque, queria, obviamente, descobrir as suas reais intenções.

O final do livro é arrebatador. Achei que poderia seguir o típico padrão das histórias deste género, mas não. Foi sem dúvida alguma um final muito bonito, praticamente inesquecível. Por tudo isto e mais recomendo-vos imenso esta leitura repleta de mistério e magia.

"Coração Negro" quebra clichés e surpreende em cada página. Naomi Novik tirou-me da minha zona de conforto e levou-me numa viagem inesquecível.


"A sua única estravagância eram os livros. Liámos bastante, para aldeões, pois ele pagaria ouro por um único tomo magnífico, levando a que vendedores de livros se deslocassem até cá, apesar de o nosso vale se situar no ponto mais extremo de Polnya. E quando vinham, aproveitavam para encher os alforges das suas mulas com todo o género de livros gastos ou baratos que tivessem, vendendo os mesmos em troca das nossas escassas moedas. Pobre a casa que não tivesse pelo menos dois ou três livros orgulhosamente exibidos nas paredes."

1 comentário:

  1. Estou super curiosa para ler este livro, quando saiu toda a gente falava dele no youtube!

    ResponderEliminar