30 de abril de 2018

OPINIÃO | 'KOLDBRANN PARTE 1 - REBELDES' DE ANA CLÁUDIA DÂMASO

Quero agradecer imenso à autora Ana Cláudia Dâmaso por me ter contacto com o intuito de estabelecer uma parceria com o efeito m, com a qual estou extremamente satisfeita. E quero também pedir desculpa pela demora da leitura e opinião dos seus livros. 

Editor: Chiado Editora
Edição ou reimpressão: 07-2016
ISBN:  9789895176830
Goodreads: ★★★★
COMPRA AQUI

SINOPSE
Num mundo apocalíptico, a população saudável vive em cidades-bunker, chamadas de fortalezas, que os protegem dos perigos do mundo exterior, onde é melhor morrer, que deixar de ter o sangue vermelho. A limitação da liberdade alheia cria estruturas sociais muito restritas que todos são obrigados a cumprir.

Esta é a história de Diana Salvatore, uma jovem que se revolta contra o destino que lhe foi imposto..

OPINIÃO
Este foi um livro que me surpreendeu imenso. Não porque estava com as expectativas baixas (aliás só vi comentários positivos acerca dele), mas não tinha noção que seria tão bom.

Inicialmente demorei um bocadinho a avançar na leitura, porque a história é nos introduzida através de um prólogo bastante extenso. Confesso que, sendo um primeiro contacto com o livro, tornava-se um pouco massador mas ao mesmo tempo indispensável para o entendimento de toda a narrativa.

Outro ponto que demorei um pouco a assimilar foi o facto da autora nas intervenções das personagens intercalar o português com outras línguas (inglês, italiano, ...). Ainda assim, isso não foi, de todo, um impedimento. Ao longo da leitura começei a habituar-me e por vezes já nem dava conta que estava a ler em outra língua, porque, até eu, no dia à dia, misturo o português e o inglês. Acho que nunca li um livro que misturasse várias línguas e achei a ideia bastante original.

Muitas coisas me chamaram imediatamente à atenção neste livro: a primeira foi, sem dúvida, a escrita da Ana Cláudia, que é maravilhosa. Consegue envolver o leitor na história de tal maneira que quando damos conta já lemos uma quantidade absurda de páginas e simplesmente não queremos parar. Ela permite-nos conhecer as personagens ao longo da história, sem revelar demasiado, e isso fez-me ficar ainda mais agarrada ao livro faminta de informação.

Depois, o universo, do qual não encontrei qualquer falha. Nota-se que a autora fez a sua pesquisa, pensou tudo ao mais infimo pormenor para que tudo fizesse sentido; para que todas as peças se encaixassem na perfeição.

Como referi anteriormente, a Ana Cláudia não nos dá tudo de mão beijada em relação às personagens, mas não só, a história vai-se desenvolvendo com um ritmo bastante interessante, mas sem nunca expor demasiado. A autora vai desvendando as coisas a seu tempo (e honesmentamente este é dos melhores truques para me manter presa a um livro). O que quero dizer com isto, é que autora sabe como cativar o leitor até à última página e neste caso, deixar-nos com aquela ansiadade de ler o segundo livro para saber o que vai acontecer. 

Penso que os fãs de "A Seleção" de Kiera Cass e "Maze Runner" de James Dashner poderão gostar deste livro uma vez que Koldbrann me lembra um crossover destas duas sagas.

Acho sinceramente que este livro merece mais reconhecimento porque está ao nível dos bestsellers publicados por grandes editoras. Toda a gente devia conhecer a escrita da Ana Claúdia Dâmaso. Rumo à "Parte 2 - Desleais" ♡


"Mantém o sangue vermelho"

Enviar um comentário

efeito m. Design by Berenica Designs.